FLEX ABIEF

FELX TENDÊNCIAS MARÇO 2019
Aumento de produtividade e redução de custos são atributos da nova resina da linha Maxio

00 de de 0000
Alinhada à sua estratégia de Economia Circular, a proposta da Braskem é otimizar a produção de big bags, tornando-a mais sustentável.

  Que o agronegócio brasileiro tem um potencial enorme para continuar crescendo, ninguém duvida. A questão é como tornar este negócio cada vez mais sustentável, especificamente do ponto de vista de embalagens. Neste caso estamos falando dos big bags usados para embalar e transportar grãos, fertilizantes, minérios e tanto outros produtos químicos.

   
Mais uma vez a associada da ABIEF, Braskem, saiu à frente e criou um novo grade dentro da linha de resinas Maxio, cuja proposta é aumentar a produtividade e reduzir os custos para os produtores de big bags. A nova resina de polipropileno DP213A permite que estes transformadores elevem sua produção em 30%, sem aumentar o consumo de energia.
 
  Em linhas gerais, estamos falando de uma resina com baixo índice de fluidez e com aditivo anti-UV. A matéria-prima foi especialmente desenvolvida para atender ao elevado nível de exigência dos clientes em relação às propriedades mecânicas da ráfia e ainda garantir aumento de produtividade na etapa de extrusão.

  "Grande parte das inovações da Braskem partem do nosso interesse em atender às demandas de clientes; o desenvolvimento deste novo grade da linha Maxio é um bom exemplo. Identificamos uma concorrência acirrada no setor de ráfia, o que levava as empresas a disputarem o mercado com base em preços. Com a aplicação desta nova resina, os fabricantes conseguirão reduzir seus custos operacionais e os preços dos big bags, aumentando a capacidade produtiva e consumindo menos energia", afirma Carolina Bulhões, líder da área de Engenharia de Aplicação da Braskem.


  O desenvolvimento de produtos que compõem a linha Maxio está alinhado ao compromisso da Braskem de promover a sustentabilidade na cadeia do plástico. Em novembro de 2018, a empresa definiu uma série de iniciativas globais para impulsionar a Economia Circular, entre elas, a formação de parcerias com os clientes na criação de novos produtos que ampliem e facilitem a reciclagem e a reutilização de embalagens plásticas, especialmente as de single use. O "Posicionamento da Braskem em Economia Circular" pode ser acessado no site: www.braskem.com/economiacircular
.


  E os resultados já são palpáveis. A Propex, indústria têxtil pioneira na fabricação de tecidos plastificados e destaque na produção de big bags, registrou um aumento de aproximadamente 20% em sua capacidade produtiva com o uso da nova resina. "A busca contínua da Braskem por soluções que melhorem a eficiência dos clientes garantiu um ótimo resultado para nós. Aumentamos nossa produção sem consumir mais energia, preservando nossas máquinas e mantendo a qualidade do produto final", afirma o executivo da empresa, Patrick Camargo.




*Liliam Benzi é especialista em comunicação, marketing e desenvolvimento de negócios e de estratégias para B2B, com ênfase no setor de embalagens. Também atua como editora de publicações e Assessora de Comunicação de diversas empresas e entidades, entre elas a ABIEF. Foi eleita Profissional do Ano 2018 pela Revista Embanews. Também foi indicada como Press & Communication Officer da WPO (World Packaging Organization - Organização Mundial de Embalagem). Está à frente da sua empresa – LDB Comunicação – desde 1995 (ldbcom@uol.com.br).

< VOLTAR PARA FLEX ABIEF
Cadastre-se e receba nossos informativos sobre a ABIEF e sobre o setor de plástico flexível.
ABIEF ® Copyright 2017 - Todos os direitos reservados. A reprodução integral ou parcial é permitida desde que citada a fonte.