FLEX ABIEF

FLEX TENDÊNCIA NOVEMBRO 2018
Já ouviu falar em banheiro de bolso? E é de plástico flexível...

00 de de 0000

  Aliando a preocupação com o meio ambiente com uma necessidade comum a todas as pessoas, o empreendedor brasileiro Flávio Boabaid materializou o conceito de ‘banheiro de bolso’ (pocket restoroom) no produto Número 1. Em linhas gerais, trata-se de uma espécie de envelope, com dimensões de 20 X 10 cm, feito com material ultra absorvente e biodegradável, envolto em um filme biodegradável. Para usar, basta abrir o envelope como uma carteira, urinar, fechar e descartar no lixo comum.

  A previsão de decomposição do plástico é de 18 meses, sem qualquer liberação de resíduos. Já a parte que absorve a urina é uma manta feita a partir de celulose reciclada e que também pode ser descartada no lixo convencional.

  O ‘Número 1, banheiro de bolso’ nasceu como uma solução que garante privacidade, higiene, praticidade e é ecologicamente correta. O também chamado “Banheiro do Futuro”, atende a dois objetivos principais do inventor. Primeiro, fazer algo pelo meio ambiente, que verdadeiramente colaborasse com a sustentabilidade e com o futuro do mundo e das pessoas. Mas ele também tinha outra preocupação – para não dizer uma necessidade própria: poder ir ao banheiro, em locais públicos, sem ter que usar banheiros químicos.

  O ponto de partida para a invenção, em 2009, foi a adaptação de uma fralda a um saquinho pequeno, do tamanho dos utilizados para cachorro quente. A partir daí, foi criar a start up que daria vida à invenção. Mas nada foi rápido e os primeiros produtos só foram produzidos em 2015. Hoje o ‘banheiro de bolso’ é comercializado em três tamanhos – P, M e G – com diferentes capacidades de absorção e diferentes públicos – homens, mulheres e crianças.

  Este ano já foram vendidas 60 mil unidades do Número 1. A sede da empresa é em Florianópolis (SC), mas a estratégia comercial é toda calcada no e-commerce. Além das vendas online, o produto já está em teste em hospitais de São Paulo, como Einstein, Sírio-Libanês e Beneficência Portuguesa.

  Um salto importante para aumentar a capilaridade do ‘banheiro de bolso’ foi dado a partir de uma parceria com a empresa de materiais hospitalares Bio Florence. A empresa está coordenando as vendas nacionais. No início de 2019, o ‘banheiro de bolso’ deverá chegar às farmácias e hospitais de sete capitais - Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Salvador e Recife.  

  Como modelo de negócio, Flávio Boabaid também já estuda a formação de uma cadeia de revendedores autorizados. A meta comercial para 2019 é vender cerca de 100 mil peças por mês e atingir um faturamento próximo de R$ 1 milhão.
  Produtores rurais e veterinários também estão despertando para a aplicação do “banheiro de bolso’ na área de criação de animais. A manta interna, celulósica, poderia ser usada como forração dos espaços. Testes já mostraram que esta manta pode ser aplicada em grandes áreas e suporta três a quatro dias até ser trocada.  

  *Liliam Benzi é especialista em comunicação, marketing e desenvolvimento de negócios e de estratégias para B2B, com ênfase no setor de embalagens. Também atua como editora de publicações e Assessora de Comunicação de diversas empresas e entidades, entre elas a ABIEF. Foi eleita Profissional do Ano 2018 pela Revista Embanews. Também foi indicada como Press & Communication Officer da WPO (World Packaging Organization - Organização Mundial de Embalagem). Está à frente da sua empresa – LDB Comunicação – desde 1995 (ldbcom@uol.com.br).
< VOLTAR PARA FLEX ABIEF
Cadastre-se e receba nossos informativos sobre a ABIEF e sobre o setor de plástico flexível.
ABIEF ® Copyright 2017 - Todos os direitos reservados. A reprodução integral ou parcial é permitida desde que citada a fonte.