FLEX ABIEF

Produção de embalagens cresceu 5,04% no Paraná
Economia do estado se recupera de crise enfrentada pelo país

02 de Abril de 2018
A economia do Paraná se recuperou da crise que começou em 2014 e três setores apresentaram ótimo desempenho, como energia, produção fabril e embalagens batendo o recorde no mercado nacional.

O consumo de energia no mercado industrial cresceu, apresentando o melhor resultado em vista dos anos anteriores, de acordo com a Copel. No total, foram 29,9 milhões de MWh, 3,4% acima do volume registrado em 2016.

O crescimento do consumo de energia foi ocasionado pela produção fabril dos seguintes setores industriais: alimentícios (variação de 6,7%); celulose, papel e produtos de papel (5,7); e fabricação de produtos de madeiras (3,7%). Esses resultados mostram a recuperação rápida do mercado no Paraná frente à crise dos últimos anos.

Com o crescimento da produção nas fábricas, consequentemente o setor das embalagens foi alavancado, retratando um desempenho positivo. Segundo a Federação da Indústria do Paraná (FIEP), as vendas do setor de papel e celulose – responsável pela confecção de embalagens, aumentou 5,4% dentro do estado em relação ao ano de 2016.

Para o departamento econômico da região, esta retomada é muito importante, pois revela que as empresas estão desengavetando projetos de expansão, investindo em novos projetos e oportunidades que promovem o crescimento econômico nos principais setores industriais.

Sobre o Plástico Virtual


O portal Plástico Virtual foi criado para atender todas as indústrias no desenvolvimento de propaganda e design voltado para o mercado do plástico, que preza pela melhor maneira de divulgar, informar, comprar e vender dentro do ambiente industrial, recebendo mais de 70 mil acessos mensais, em território nacional e outros países do Mercosul.

O Plástico Virtual trabalha com vários serviços para empresas de qualquer porte. Para mais informações, acesse http://bit.ly/PlásticoVirtual.


TAGS: Plástico, embalagens, energia, FIEP, papel e celulose, Paraná, Copel, fábricas, indústrias, empresas, oportunidades, crescimento, mercado, cadeia produtiva.
< VOLTAR PARA FLEX ABIEF
Cadastre-se e receba nossos informativos sobre a ABIEF e sobre o setor de plástico flexível.
ABIEF ® Copyright 2017 - Todos os direitos reservados. A reprodução integral ou parcial é permitida desde que citada a fonte.