Voltar à página inicial
Sacola plástica: imagine a sua vida sem ela.

Campanha

Sacola plástica: imagine
a sua vida sem ela.

Material em texto e multimídia sobre sacolas plásticas, embalagens e o plástico em geral, exibidos em ordem decrescente da data de publicação.


A carta da Sofia

Vídeo feito em parceria da Abiplast com os sindicatos Simplás, Sindiplast, Simpep, Simpesc e Sinplast.

Dezembro, 2015

No vídeo, a menina Sofia, de 12 anos, escreve uma carta para as futuras gerações, e, de forma singela, fala sobre o plástico, ressaltando seus benefícios. Ela mostra que o plástico não é o vilão da história, mas sim um grande aliado em tudo o que fazemos.


 


Procon está na mira da justiça por causa das sacolinhas plásticas

SPTV 2ª edicão, TV Globo, São Paulo

Dezembro, 2015

 


Reportagem mostra como é feita a reciclagem de sacolas plásticas, em Rio Verde

Bom Dia Goiás, TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo

Dezembro, 2015

 


83% dos moradores da capital de SP são contrários a cobrança das sacolas plásticas, segundo pesquisa do Data Folha

Ouça a notícia veiculada durante programa jornalístico da Rádio CBN AM – SP

Agosto, 2015

 


Esclarecimento sobre sacolas plásticas

O informe publicitário foi publicado na Folha de São Paulo em maio de 2015

Maio, 2015

Clique na imagem do anúncio para ler o seu conteúdo:





Um leão por dia

Por Alfredo Schmitt, empresário e Coordenador do Comitê de Sacolas da ABIEF. Artigo publicado no jornal Flex nº 48.

Abril, 2015

Alfredo Schmitt

Esta frase tão conhecida pelos brasileiros cai como uma luva para o segmento de sacolas plásticas. As falas e as ações que tentaram - e tentam - fazer da sacola plástica a vilã do meio ambiente não param... A luta é diária e veio para ficar.

O Comitê de Sacolas, nascido de uma atitude legítima de um grupo de industriais do setor e coordenado pela ABIEF, investiu milhões de Reais e colecionou vitórias, uma após a outra.

Entretanto, o recente decreto da PMSP (Prefeitura Municipal de São Paulo) regulamentando uma Lei do então prefeito Kassab, apro­vada na Câmara de Vereadores em 16 minutos (pasmem!), mostra como a luta não acabou. Feita de afogadilho, sem levar em conta as próprias consultas realizadas a alguns setores e esquecendo outros, esta Lei renova as nossas energias e nos leva a pedir uma maior participação de todos.

Vou dar um exemplo: o decreto, como está, estabelece um padrão maior que o atual para as sacolas disponíveis nos supermercados e obriga o uso das cores marrom e verde. A pergunta é: como ficam as farmácias, padarias e outros comércios que têm suas marcas e seus investimentos em marketing baseados em sacolas promocionais coloridas? Outra situação é que o cidadão que vai a uma padaria comprar um único pãozinho sairá de lá com uma sacola enorme. Imagine então quem for à farmácia comprar um creme dental...

Ou seja, totalmente o oposto que pregamos sobre o consumo consciente! E há ainda o risco de outras prefeituras do Brasil acharem uma grande idéia.

O Comitê de Sacolas da ABIEF está atento e trabalha para conseguir que a razão e o bom senso prevaleçam. Mas o tempo ensina que todas as vezes que o conhecimento técnico e a experiência não são respeitados, as soluções não são tão boas. Por isto conclamo novamente a participação de todos. O setor do plástico precisa sobreviver com dignidade, com a verdade.


80% dos paulistanos são contra a cobrança das novas sacolas plásticas, segundo pesquisa Datafolha

Para 82% dos paulistanos, no caso de cobrança pelas novas sacolas, o comércio vai ter mais lucro e 66% afirmam que a proibição prejudica a população. Apenas 17% afirmaram que comprariam as novas sacolas.

Março, 2015

Datafolha

Pesquisa Datafolha mostra que 80% dos paulistanos são contra o consumidor ter de pagar por sacolas para transportar suas compras. Na opinião de 79% dos entrevistados, esse custo deveria ser bancado pela prefeitura de São Paulo e pelos supermercados. Segundo a pesquisa, 74% das pessoas consideram importante receber as sacolas plásticas gratuitamente. Somente 17% afirmaram que comprariam as novas sacolas plásticas se os supermercados cobrassem e 68% afirmaram que utilizariam outros meios para transporte de compras.

O estudo teve como objetivo conhecer a opinião do cidadão paulistano sobre a Lei municipal, nº 15.374, de 2011, que é regulamentada pelo Decreto nº 55.827, de 06 de janeiro de 2015, e que define as especificações técnicas dos novos modelos de sacolas a serem adotados na cidade de São Paulo.

Para 82% dos paulistanos no caso de cobrança pelas novas sacolas, o comércio vai ter mais lucro e 66% afirmam que a proibição prejudica a população. Sobre a eventual retirada das sacolas plásticas gratuitas do comércio, 81% dos entrevistados acham que o preço do saco de lixo vai aumentar. E 79% acreditam que terão maior gasto com a compra de saco de lixo.

Segundo a pesquisa, 66% dos paulistanos acreditam que a proibição das sacolas plásticas prejudica a população. E 64% acreditam que haverá problemas para o consumidor descartar o seu lixo domestico.


Maioria utiliza sacola para descartar o lixo

Quando questionados sobre seus hábitos com relação ao descarte do lixo doméstico e a coleta seletiva, 63% da população afirmaram que reutilizam as sacolas plásticas para acondicionar o resíduo doméstico destinado à reciclagem. E 69% das pessoas usam as sacolas para descartar lixo não reciclável.


Maioria usa transporte público ou vai a pé às compras

A pesquisa apurou que 65% dos entrevistados fazem compras em supermercados e hipermercados pelo menos uma vez por semana. A maior parcela da população da cidade de São Paulo (55%) costuma fazer compras a pé ou de transporte público (ônibus e metrô).

O Datafolha mostrou também que a grande maioria das pessoas (85%) utiliza habitualmente sacolas plásticas que recebe em supermercado e hipermercado para transportar as compras. Para 76% dos entrevistados, as sacolas são o meio mais frequente para carregar as compras.


Metodologia da pesquisa

Realizada entre os dias 27 e 28 de fevereiro, a pesquisa foi realizada com homens e mulheres, a partir de 16 anos, pertencentes a todas as classes econômicas e com hábitos de fazer compras em supermercado ou hipermercado, mesmo que esporadicamente. Foram entrevistas 623 pessoas, distribuídas geograficamente na cidade de São Paulo. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.


Informações à Imprensa: M.Free Comunicação Telefone (11), 3171-2024 Marcio Freitas (r. 14), Roberta Provatti (r. 15)


Comunicado ABIEF

Documento destinado ao mercado esclarece alguns pontos sobre a portaria da Prefeitura de São Paulo e alerta sobre a falsificação de sacolas

Fevereiro, 2015

comunicado_falsificacao_de_sacolas_06-02-2015.pdf (arquivo em PDF).


Primeiro Congresso Brasileiro do Plástico

Teaser do evento, acontecido em Porto Alegre - RS, mostra a importância do plástico na vida moderna

Novembro, 2014

 


Charge: "Sacola plástica - O caderno"

Charge de Maurício Ricardo com uma sacolinha plástica cantando paródia de "O caderno", de Toquinho

2012

O original pode ser visto em: charges.uol.com.br/2012/04/05/sacola-plastica-o-caderno/.

 


Campanha de rádio valorizou as sacolas plásticas

Mensagens foram transmitidas para as principais capitais do país

Julho, 2011

Em 2011, Plastivida, INP e ABIEF colocaram no ar uma campanha de rádio para valorizar as sacolas plásticas e esclarecer os consumidores sobre o equívoco cometido por aqueles que buscam acabar com sua disponibilização pelo varejo.

Foram quatro spots no período de um mês veiculados diariamente, sendo um diferente a cada semana. A veiculação ocorreu de 27 de junho a 27 de julho de 2011.

As mensagens abordaram a importância do uso, reuso e reciclagem das sacolinhas; a atuação da indústria na fabricação de sacolas dentro da norma técnica e na articulação com o varejo e os consumidores por meio do Programa de Qualidade e Consumo Responsável; a sustentabilidade das sacolas comprovada por estudo da Agência Ambiental do Governo Britânico; e o direito do consumidor de optar pela embalagem mais adequada a suas necessidades.

A veiculação, em spots com duração de 30 segundos, foram nas seguintes rádios:

  • Band News FM - 88 inserções.
  • Bandeirantes AM/FM São Paulo - 52 inserções.
  • CBN FM (Florianópolis, Blumenau, Goiânia, Fortaleza e Recife) - 47 inserções em cada praça.

A vida sem as embalagens

Série de vídeos produzidos pela Elipso (French Plastic and Flexible Packaging Association) destaca o valor das embalagens na nossa vida

2010

Mais vídeos podem ser vistos no site da entidade: www.elipso.org/?page=nos-spots-video#videotop.

 


ABIEF participa de campanha nacional sobre consumo responsável dos plásticos

Campanha incluiu TV e mídias impressas

Setembro, 2009

Foi veiculada em 2009, em horário nobre na TV Globo, uma campanha para incentivar o uso e o descarte adequados das sacolas plásticas. A ação foi desenvolvida pela cadeia produtiva dos plásticos, que se reuniu pela primeira vez para promover a responsabilidade compartilhada e a sustentabilidade.

A campanha foi estendida também para mídias impressas.

 

 

Anúncios de mídia impressa

Clique nos anúncios abaixo para ampliar:



 

 

ABIEF – Av. Paulista, 2.439, 8º andar – CEP 01311-936 – São Paulo – SP – Tel: (11) 3032-4092 – Fax (11) 3032-2021 – abief@abief.org.br

® Copyright ABIEF – Todos os direitos reservados. A reprodução integral ou parcial é permitida desde que citada a fonte.            Webdesign: Formato Design